Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2015

"STAND UP PADDLE" OU "BEACH BOY SURF" EM CUIABÁ

Imagem
Para quem nunca ouviu falar é um esporte que está se tornando muito popular no Brasil e até aqui no Mato Grosso. Traduzindo: remo em pé (REP) tem sua origem nas ilhas havaianas. No início de 1960, alguns garotos que frequentavam as praias do Havaí estariam em pé em suas longas pranchas, remando com suas pás para tirar fotos dos turistas aprendendo a surfar.  Este é o lugar onde o termo "Beach Boy Surf", um outro nome para Stand Up Paddle Surfing, originou-se. É possível praticar o esporte ao preço de R$120,00 (cento e vinte Reais) seguindo a rodovia Emanuel Pinheiro, quilômetro 30, na Tribo do Remo. Estive lá semana passada para conferir e foi sensacional! Eu diria que é quase tão exaustivo como esquiar, mas num calor como nosso é muito refrescante e relaxante! Antes de subir agende um horário com o Gabriel pelo site  http://www.companhiadaaventura.com.br/.   


Assepsia é possível?

No início do milênio
alguns objetivos as nações unidas traçaram
para o mundo desenvolver
e torná-lo um lugar melhor para se viver!

De fora para dentro eles começaram a chegar...
De todos os lados, de todas as origens,
por terra ou pelo mar.

Sozinhos ou acompanhados, sorrindo ou chorando.
Refugiados ou não, com ou sem bagagens nas mãos.

Os eventos terminam e os desafios aumentam:
fechar as fronteiras para os entorpecentes,
estancar o sangue das veias abertas pela violência e exploração.

Limitar o acesso dos carentes aos shoppings centers.
Restringir de passear aqui embaixo
quem mora lé em cima.

Internar os dependentes,
recolher os desafortunados e estropiados.
Impedir os adolescentes
de com os ciclistas dividir espaço.

Em nosso País ventilou-se reforçar a segurança
com a força nacional.
Seria uma paliativo, mas não a solução.

Na Polônia o "esperanto" era a esperança
de difundir uma língua universal 
e facilitar entre os povos a comunicação!

Depois do "11 de Setembro&qu…

Lei 13.185/15 que institui o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying)

Imagem
A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1o  Fica instituído o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying) em todo o território nacional. § 1o  No contexto e para os fins desta Lei, considera-se intimidação sistemática (bullying) todo ato de violência física ou psicológica, intencional e repetitivo que ocorre sem motivação evidente, praticado por indivíduo ou grupo, contra uma ou mais pessoas, com o objetivo de intimidá-la ou agredi-la, causando dor e angústia à vítima, em uma relação de desequilíbrio de poder entre as partes envolvidas. § 2o  O Programa instituído no caput poderá fundamentar as ações do Ministério da Educação e das Secretarias Estaduais e Municipais de Educação, bem como de outros órgãos, aos quais a matéria diz respeito. Art. 2o  Caracteriza-se a intimidação sistemática (bullying) quando há violência física ou psicológica em atos de intimidação, humilhação ou discriminação e, ainda: I - ataques …

DESTINO: CARTAGENA, BOGOTÁ E SAN ANDRÉS

Imagem
Entre os dias 19 de Outubro a 1.º de Novembro estive com meu marido na Colômbia.

A primeira parada foi em Cartagena, chegamos numa segunda-feira à noite. Ficamos no hotel San Martin, cujo os pontos mais positivos foram a localização e a especial atenção dada pelos funcionários. É possível fazer câmbio de reais para pesos colombianos na recepção do hotel. O ponto negativo seria o cheirinho de mofo, pois, o clima em Cartagena apesar de quente é úmido e as janelas dos quartos são lacradas. Café da manhã razoável, sem sanduicheira para esquentar o pão, mas havia torradeira. Num dos dias tinha "dedito de queso" um bolinho de queijo frito muito bom.

Logo no primeiro dia, numa terça-feira, compramos o passeio que custou 120 mil pesos com almoço incluso na recepção do próprio hotel para a Isla Rosario. Saímos às 8h. Passamos o dia na Isla del Sol (um lugar com uma estrutura razoável, bar e piscina). Lá você pode fazer uma caminhada que é opcional e paga ou curtir o mar …