Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

RESSOCIALIZAÇÃO

Imagem
No ano de 2007, foi sancionada a lei 8.705, estabelecendo o dia 26 de Agosto como o dia Estadual da Ressocialização. A data foi escolhida em homenagem a Madre Tereza de Calcutá, missionária conhecida por ajudar os pobres e discriminados.

Neste ano uma vasta programação foi cuidadosamente planejada pela SEJUDH (Secretaria de Justiça e Direitos Humanos) em parceria com a FUNAC (Fundação Nova Chance) e começa na próxima segunda-feira (27/08).

A Cadeia Pública e a casa do albergado de Várzea Grande também terão atividades como palestras educativas, coleta de sangue para exames de diabetes, entre outros.

Haverá o "dia da cidadania", oportunidade em que os reeducandos terão acesso à confecção de documentos como identidade, carteira de trabalho e certidões de nascimento e casamento. A programação, que se estende até o dia 31, contará com outros benefícios para os detentos.

Mas, para que isso?

A finalidade é combater a discriminação contra aqueles que cumprem pena e se…

PORQUE EU SOU ATIVISTA DA AMAMENTAÇÃO?

Imagem
Gente são tantos os motivos, um deles é porque eu mesma apesar de enorme esforço quando tive meu filho, não consegui alimentá-lo de forma exclusiva com o leite materno. E não foi falta de tentar. Fui muito insistente. 
Quando estava perto de completar um mês, o meu filho continuava com praticamente o mesmo peso de quando havia nascido. Então, o pediatra me deu o últimato: ou entra com a mamadeira ou seu filho vai ficar subnutrido. Diante disso e depois de ter tentado canjica, alfafa, plasil e um cem número de simpatias... fui vencida pelo médico. 
A explicação foi de que eu havia feito uma cirurgia uns três anos antes do nascimento do meu filho nas duas mamas para retirar um fibradenoma, intervenção que pode ter afetado a produção de leite.
Numa das aulas de especialização em psicnálise que fiz, ouvi um professor dizer que o primeiro prazer que a criança sente na vida é a sucção do seio da mãe. Como eu poderia negar isso ao meu bebê? Não me abstive de oferecer o seio, mesmo sabendo q…

PROJETO INVESTE EM PREVENÇÃO E COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

Com o objetivo de enfrentar a violência doméstica contra a mulher, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso implantou, em Cuiabá, um projeto para orientar a sociedade sobre o tema. Denominada  “Mobilização Para Enfrentamento da Violência Doméstica” a ação tem a finalidade de levar conhecimento a moradores de diversos bairros da capital, combatendo e contribuindo para diminuição de casos de violência.
Uma das instituições parceiras nesse projeto é a Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso que,  no dia 11 de agosto, estará juntamente com outras entidades levando orientação aos moradores do bairro Jardim Florianópolis.
Na ocasião a defensora pública Rosana dos Santos Leite, que atua em uma das varas especializadas de violência doméstica contra a mulher, vai prestar atendimento ao público com  esclarecimento sobre a Lei Maria da Penha e atuação da Defensoria Pública em prol das vítimas de violência doméstica.
"A primeira atitude para reverter a realidade quanto à violência contra mulhe…