Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2011

LEI MARIA DA PENHA 5 ANOS DEPOIS, AVANÇOS E PERSPECTIVAS

Imagem
Na noite do dia 28/11/11 foi realizada no auditório do ICHS, uma Mesa Redonda pelo NUEPOM (Núcleo de Ensino, Pesquisa, Organização em Gênero e da Mulher) sobre o tema. O evento faz parte da programação dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher e contou com a participação da presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher e atual Superintendente de Políticas para Mulheres, dra. Ana Emília Iponema Brasil Sotero, Tânia Regina de Matos, vice presidente do CEDM-MT e Defensora Pública da Vara de Violência Doméstica de Várzea Grande, da dra. Amini Hadad Campos, Juíza de Direito da 13.a Vara Cível da Capital e autora do Livro: Direitos Humanos das Mulheres.

BLOGAGEM COLETIVA PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

Imagem
Para as palestrantes de plantão recomendo a exibição do filme "Leite e Ferro" que fala extamente da violência existente no cárcere. O documentário já foi exibido no festival de Paulínia.
A presa Luana é o fio condutor da história. Falastrona, afetuosa, primeira namorada do Pixote retratado por Hector Babenco, cresceu na rua e diz ter conhecido grandes nomes do submundo do crime. Traficante desde os 10 anos, aos 14 teve sua primeira filha. Ao levar a criança ao hospital para tratar uma desidratação, conseguiu encontrar uma veia naquele corpo pequenino antes que todos os médicos. Como, perguntaram? “É que era viciada no pico”, responde ela, na chocante sequência inicial. Chocante, mas, ao mesmo tempo, engraçada, e o humor, por incrível que pareça, é um ingrediente essencial para o filme. Daquelas histórias sofridas de drogas – a maior parte da população carcerária feminina é relacionada ao tráfico –, surgem casos que, de tão incríveis, inspiram o riso, como a mãe que escondeu pe…

X CONGRESSO NACIONAL DOS DEFENSORES PÚBLICOS

Acabo de chegar do X Congresso Nacional dos Defensores Públicos, affffffff, que maratona!

Defensores Públicos de todo o Brasil e dos demais países da América Latina lotaram o Centro de Convenções de Natal, no Rio Grande do Norte, para a abertura do evento.
Com a presença da Governadora do Estado Rosalba Ciarlini, da Ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros, do Ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, do Senador da República José Agripino Maia e de diversas autoridades da esfera federal e local, o Congresso reafirmou o compromisso da Defensoria Pública com a erradicação da pobreza.
O Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, fez a palestra de encerramentona última sexta-feira, dia 18 de novembro. Cardozo reafirmou o compromisso do Ministério da Justça com a efetivação do Estado Democrático de Direito. "O Ministério da Justiça tem um forte comprometimento com o  Estado de Direito. Defendemos uma Defensoria Pública forte. Dia  ha…

É CERTO PAQUERAR DURANTE O SERVIÇO?

Imagem
A pedido de um grande amigo virtual, dr. Rômulo Paes, de Recife, PE, estou escrevendo sobre o assunto. Paquerar significa: olhar, observar ou sondar uma pessoa sobre a possibilidade de namorá-la. Mas esta sondagem, no meu entendimento, deve ser recíproca, do contrário, a paquera passa a ser uma invasão na privacidade da outra pessoa.  Sinceramente não tenho opinião formada a respeito, mas penso que o simples fato de olhar de maneira indiscreta para uma mulher ou um homem pode demonstrar falta de respeito para com aquela pessoa. O dr. Rômulo relatou um caso de vivenciado por sua secretária, que ao tomar um taxi em sua companhia, foi paquerada pelo motorista do veículo que não teve a preocupação de ser ao menos discreto, já que a moça estava em companhia de outro homem. Fato semelhante aconteceu em Porto Alegre, mas a moça teve a coragem de denunciar o ocorrido à polícia. Leia a notícia abaixo e por favor comentem.

A estudante de administração Wanessa da Silva, 25 anos, diz ter recebido uma…

Criança que atirou na professora e em seguida se matou

Imagem
Por Cida Alves Como muitos brasileiros, eu sofri ao saber que uma criança de apenas 10 anos atirou com uma arma de fogo contra sua professora e em seguida se matou. É profundamente desalentador perceber que uma criança tão pequena carregava em seu coração tamanho ressentimento e desesperança.

Que mundo hostil apresentamos ao menino Davi Mota Nogueira para que ele não conseguisse depositar nenhuma esperança no dia de amanhã? Sob o impacto dessa tragédia, numa tentativa de aliviar a insuportável dor, nós adultos, tendemos a nos consolar com a idéia de que tudo foi uma fatalidade.

Em depoimento prestado a um programa de TV, o senhor Milton Nogueira, pai de Davi, afirmou que não se sentia culpado, argumentado que o ocorrido foi uma tragédia e que só lhe resta lamentar. Ainda que imbuída de compaixão pelo indescritível sofrimento deste pai, eu me sinto na obrigação de contestar essa afirmação.

A violência ocorrida na Escola Municipal Alcina Dantas (São Caetano/SP) – como qualquer forma de v…